Fortalecendo

31 de outubro de 2012

Barquinhos de papel



Um dia a gente cansa. Cansa desse nó na garganta, cansa de ser o porto seguro de todos. Cansa de navegar e não ter onde apoitar em segurança. Porque só cuidar dos outros cansa. Porque só pensar nos outros, desgasta.
Tem dias em que a gente se cansa. Cansa física e mentalmente. Cansa de si mesmo, cansa dos outros. Cansa até de ficar cansado. Cansa e não tem um lugar seguro para descansar. 
Acontece que desistir não dá. Se jogar no chão e pedir pra morrer não dá. Não funciona. Não resta muitas opções a não ser sacudir a poeira, levantar âncora e sair navegando com nosso barquinho de papel rumo aos abismos, porque você sabe (e se não sabe, aprenda!), "todo abismo é navegável a barquinhos de papel". Guimarães Rosa sabia disso.  

3 comentários:

António Jesus Batalha disse...

Meu nome é António Batalha, estive a ver e ler algumas coisas de seu blog, achei-o muito bom, e espero vir aqui mais vezes. Meu desejo é que continue a fazer o seu melhor, dando-nos boas mensagens.
Tenho um blog Peregrino e servo, se desejar visitar ia deixar-me muito honrado.
Ps. Se desejar seguir meu blog será uma honra ter voce entre meus amigos virtuais,mas gostaria que não se sinta constrangido a seguir, mas faça-o apenas se desejar, decerto irei retribuir com muito prazer. Siga de forma que possa encontrar o seu blog.
Deixo a minha benção e muita paz e saúde.

Jessica disse...

Venho aqui desejar-lhes um ano novo cheinho de coisas boas!
Espero que todos nós possamos repensar nossa atitudes e virmos a ser cada vez melhores, buscando construir um mundo que dê bons frutos e resgatando os princípios da vida.
Beijos e Feliz 2013!

:D

Jessica disse...

Olá!
Venho aqui divulgar a campanha que acabo de lançar no http://vitalize-se.blogspot.com.br/
Campanha Desconecte-se para se conectar!

Vá até o blog, confira e participe, é por uma boa causa!!!
Beeijos ;)

ESPERO VOCÊ LÁ!