Fortalecendo

12 de setembro de 2011

Caio - 63 anos




"Pensei em fazer um pedido, era meu aniversário. Mas não


tinha nada para pedir. 


As coisas vivas, pensei, as coisas vivas não precisam pedir."


(Caio Fernando Abreu) 




Caio F. Abreu possuía um "sorriso que derretia satélites e até corações gelados", me emprestou asas (mesmo de papelão), e sabia traduzir a alma humana de um jeito simples e sincero com sentimentos "inacreditavelmente ternos". Hoje Caio estaria completando 63 anos de idade. Que bom que ele existiu!  

3 comentários:

d. disse...

que bom que ele existiu! que bom mesmo!

Daíse disse...

Achei teu blog tão gostoso de ficar!!!!

Bjo!

Paula disse...

Fico feliz em saber, Daíse. Volte sempre e fique a vontade, tá bom!
Beijooo