Fortalecendo

22 de setembro de 2010

Silada


Que coisa... Mais uma vez você sabe que está entrando na maior furada da sua vida e quanto mais se dá conta disso, mais e mais o perigo te atrai. Você sempre acha que pode parar quando quiser, que não vai se apaixonar, que tem tudo sob controle. Você quer acreditar nisso, você precisa acreditar nisso. E por um certo tempo você até acredita mesmo, mas de repente você percebe que não é nada disso. Que você está completamente entregue e que vai sofrer, se ferir e chorar até seus olhos incharem.
E quando você se dá conta, já não tem nada mais a fazer a não ser, viver aquilo, torcendo para que dure para sempre, até que a primeira briga os separe. Nossa, que visão mais pessimista não é mesmo? É... talvez seja mesmo, mas acontece que depois de tantas vezes passando por isso, a gente passa a temer mais, porém não a ponto de evitar, de manter-se longe, de afastar-se enquanto há tempo. E sofre tudo de novo. E jura que será a última vez, que nunca mais vai se apaixonar assim, que agora aprendeu a lição. Que isso, que aquilo...
Qual nada! Você continuará igualzinha, sem tirar nem por. A mesma ingenuidade, a mesma crença de que não é ingênua, de que superou e blá, blá, blá...
E o que é que se pode fazer? Como já disse o poeta,"quando chega a paixão, justamente a razão é a primeira a ceder." O negócio é esse aí mesmo... Cair e levantar. Apaixonar e desapaixonar, sorrir e chorar. É a tênue linha entre amor e ódio. Duas caras da mesma moeda. O negócio é viver, e viver por inteiro, porque o tempo passa e não volta. E é melhor arrepender-se de ter vivido do que não ter tido coragem para se arriscar. Isso sim é que dói.

8 comentários:

Lu disse...

poiiis é querida... a gente sempre jura e sempre cai na mesma ladainha!! Bom eu jurei ultima vez.. e pretendo cumprir pra sempre! mesmo que valha a pena num qro quebrar minha promessa... isso se chama amadurecimento... coisas ruins acontecem pra gente amadurecer!!
Fika bem...
bjokas! LUh

sonhos subentendidos disse...

aain flor ! que texto mais lindo ... apaixonar é sempre correr risco e estar sempre pronta pro que vai aconteceer ... ):
a um lado ruim , mais a um lado mtu , mtu , mtu bom tbm . rsrs
ameei !

Tatiih disse...

Bom é a nossa natureza, né ? Realmente é uma coisa que todos nós vivemos.
São coisas que se pudessemos pelo menos manter em controle, seria tudo mais fácil, mas infelizmente não é assim!
Mas é o que você falou, é melhor arrepender-se de ter vivido do que não ter tido coragem para se arriscar.
Seguindo seu blog!
Beijooos
=D

Cris Santos disse...

Lindoooo amiga!
Ultimamente eu não estou mais querendo correr riscos, repito sempre comigo:
Sossega, sossega, o amor não é para seu bico!


Bjus te amo *-*

Jessica disse...

Perfeeeeeeeeito amigaaaaaaa!!!
Parece que foi feito pra mim =o
Caracaaaa, eu vou salvar ele aqui no meu pc, vice?!!
Bjãooo, tem coisa nova no Vitalize-se..abraço!
Mais uma vez, texto perfeito!

Debyanna disse...

Oi Paulinha!(olha a intimidade)hahah
Sorry ,a demora de vim aqui maravilhar com seus textos... Eu vi seus recados,que seu post tinha acabado de sair do forno... Porém estava uma correria por aqui e nesta situação,não queria teclar aqui Lindo e Baaaahhhh! Saca!? hahahhah
O negocio é ler e reler e comentar!!olha só eu falando pelos cutuvelos hahahahah!

coments!;)
A mais pura e crua realidade... assim é a vida cheia dos obstáculos, mas e daí!? vamos viver com intensidade ,viver o instante do agora, pq a vida passa... ah passa!

Adorei a forma como você escreveu... 'cruzão, no sentido único, direto sem rodeios'.
Você ganhou uma fã!hahahah ;)

Como dizia um amigo'Manda mais ,que eu seguro de ká'

Beijos

obs:Obrigada pelas visitas!

Paula disse...

Ai pessoas queridas, obrigada pelo carinho que tenho recebido por tds. Obrigada pelas visitinhas aqui no blog e pelo incentivo. E Deby, se não me chamasse d Paulinha eu ia ficar chateada. Hahaha.
Voltem sempre e podem deixar não só os elogios, mas as críticas também.
Beijinhos a tds.

Debyanna disse...

Oi Paulinha!!
Tive que voltar ,hahahahah ñ posso matar meu amigo 'dizia' ..deixa eu ressucitá-lo 'diz'!

cutuvelos* fica no sentido configurado mesmo hahahah!

Beijos